Escola Vicarial de Formação Cristã

Estão abertas as inscrições para os encontros promovidos pela Escola Vicarial de Formação Cristã sobre a Doutrina Solcial da Igreja. O primeiro encontro é já no dia 20 de Janeiro no salão paroquial da nossa paróquia.

Ficha de inscrição

Mensagem de Natal

O vosso pároco deseja-vos um Santo Natal, abençoados peloa Amor de Deus

Oração para a Noite de Natal

Movidos pela Estrela que brilha no amor,
encontramos Maria, José e o Menino,
nosso Deus e único Salvador.

Pobre de meios, como uma tenda,
é neste Presépio que nasce a Luz.
E o nosso tesouro escondido é Jesus.

Vinde, Senhor, e enriquecei-nos
com os pobres, pela casa adentro.
E brilharemos como estrelas no firmamento.

Sagrada Família de Nazaré,
dai-nos uma casa rica de amor,
onde brilhe sempre a luz da fé.

E que a chama da Paz,
acesa no fogo desta lareira,
brilhe na nossa casa e na Terra inteira.

Advento - Movidos pela estrela que brilha no amor

«Crescerá assim, no Porto, “uma Igreja bela, verdadeira casa de família, sensível, fraterna, acolhedora e sempre a caminho, mãe comovida com as dores e alegrias dos seus filhos e filhas, cada vez menos em casa, cada vez mais fora de casa, a quem deve fazer chegar e saber envolver na mais simples e comovente notícia do amor de Deus”. Como disse, de modo extraordinariamente belo e sucinto o Papa Francisco, em Fátima: “o rosto jovem e belo da Igreja, que brilha quando é missionária, acolhedora, livre, fiel, pobre de meios e rica no amor”».

Dom António Francisco, Homilia na Missa da Peregrinação Diocesana a Fátima, 9.9.2017

Inspirados neste seu testamento pastoral, desenhado nas belas imagens da casa de família e do rosto da Igreja que brilha, pensamos toda esta caminhada diocesana. É nossa ideia e propósito fundamental fazer brilhar a Estrela do Amor na Igreja (a grande família), na família (Igreja doméstica), e nas comunidades cristãs, chamadas a crescer como família de famílias.

4.ª PEGADA – 4.º DOMINGO DO ADVENTO

Levar o “Menino Jesus” a beijar aos pobres, com um gesto de partilha. Rezar em família a oração proposta nesta folha dominical.

Semana de 24 a 30 de Dezembro de 2017

Informação Paroquial

Missas no dia de Natal na Igreja

Missa vespertina, dia 24, às 17h

Dia 25, missas às 8.30h, 10h e 11.30h

SANTO ANTÓNIO – 10h; MILAGRES – 10h

CASALDELO – 11h; PARRINHO – 17h

MISSAS NO DIA DE ANO NOVO

Serão os mesmos horários do dia de Natal.

LUZ DA PAZ DE BELÉM

Na Matriz e nas capelas, está a Luz da Paz de Belém. Os nossos escuteiros trouxeram-na até à nossa paróquia vinda de Belém. Pode ser levada para casa das famílias nas eucaristias do dia de Natal.

BENÇÃO DAS FAMÍLIAS

Dia 31 de Dezembro, domingo, é dia da Sagrada Família. Faremos nas missas da Matriz desse dia a bênção das famílias. Propomos, pois, que cada família esteja toda presente numa das missas da Matriz, onde serão abençoadas.

CAMINHADA DE ADVENTO | NATAL – 2017/2018

Movidos pela estrela que brilha no amor!

Em sintonia com o lema do Plano Diocesano de Pastoral 2017/2018, “Movidos pelo amor de Deus”, a diocese propõe-nos uma caminhada, rumo ao Presépio de Belém, onde, na simplicidade de uma casa da periferia, entre uma mãe e um pai, cheios de fé e de amor, brilha a Estrela Maior, Jesus Cristo, o verdadeiro Sol Nascente, “cujos raios dão a vida” (Papa Francisco, Lumen Fidei, n.º 1). E essa Estrela que brilha no amor move-nos na edificação de uma família e de uma comunidade, que também brilha, quando é missionária, acolhedora, livre, fiel, pobre de meios e rica no amor”. Deixemos de lado o conforto e inércia de quem se sente instalado e calcemos as sapatilhas para caminharmos com passos firmes e diligentes de encontro “ao outro”, mobilizando todos a tornarmo-nos rostos do Amor de Deus; servindo os mais pobres e simples, levando alegria aos tristes e sós para que a nossa comunidade se torne acolhedora, livre, fiel, mesmo que pobre em meios, rica no amor. Seria bom que ao longo do advento, cada família se empenhasse em juntar um pequeno “pé-de-meia” com alimentos, roupas, brinquedos ou ajuda monetária e juntando tudo, em comunidade, pudéssemos partilhar os bens necessários para com as famílias mais pobres da cidade.

Mais informações no site da Diocese do Porto